Consumo consciente de moda

Consumo consciente de moda

Há duas semanas estamos trazendo informações sobre o consumo desenfreado de moda e alertando sobre os males que isto vem causando. Recebemos algumas perguntas sobre o tema, sendo a principal: Como consumir de maneira consciente, na prática?

A resposta é simples, mas exige vontade! Vamos mostrar aqui em etapas como cumprir esse processo.

Abra teu armário, veja tudo o que você tem e analise se de fato todas aquelas peças transmitem o que você quer. A partir disso, faça uma limpeza e doe, ou até mesmo venda para brechós, as peças que não mais fazem parte do teu estilo.

consumo-consciente-de-moda-OESTILO1

Uma outra ideia, que também é bastante divertida, é chamar as amigas para ajudar na escolha do que fica e do que sai. E melhor, elas podem se interessar por algo, o que torna a brincadeira interessante. Observe que, tanto doando, vendendo ou repassando para as amigas, você está cooperando com o ambiente. Aquelas peças que antes estavam só ocupando espaço em casa, agora vão circular, fazer outras pessoas felizes, e a natureza agradece.

Depois de cumprir essa etapa, vamos para a próxima.

Organize tudo novamente no lugar e veja que agora fica bem mais fácil enxergar a imagem que deseja passar. E se ainda não estiver tão fácil assim, pense no que é prático para o teu dia a dia, encontre a tua identidade.

E, com isso bem claro em mente, sabendo exatamente o que é legal para o teu estilo, faça uma lista do que realmente está fazendo falta. Tenha certeza que essa lista será bem menor do que você imagina, principalmente se pensar não apenas em qual roupa precisa comprar, mas também nas cores, de forma que combine com o que já tem em casa, e assim possa comprar menos, mas certa de que será possível fazer várias combinações.

consumo-consciente-de-moda-OESTILO3

Penúltima etapa: Pesquise antes de sair de casa. Leia, busque informação, encontre as marcas que também estão preocupadas com o meio ambiente. Ficamos admirados com a quantidade de pessoas que estão fazendo coisas bacanas sem explorar o ser humano ou o meio em que vivemos. Sem falar nos brechós, que oferecem uma variedade incrível.

E, finalizando, vá às compras! Ufa! Como falamos no início, é preciso muita vontade para fazer isso acontecer. Pois não é só pegar a carteira e sair consumindo. Existe todo um processo para que a compra seja, de fato, consciente.

E ao comprar, saiba o porquê aquela peça está entrando no teu armário.

E não se preocupe se amanhã algo novo for lançado, porque isso vai acontecer, e não necessariamente é o que precisa vestir o teu corpo.