Dicas do Víctor – Como se acostumar com a diferença de fuso horário

Dicas do Víctor – Como se acostumar com a diferença de fuso horário

Viajar para destinos com fuso horário diferente afeta o organismo drasticamente. Há quem sinta cansaço, insônia, irritação, enjoos, dificuldades de concentração, entre tantos outros sintomas que o “Jet Lag” pode causar e que varia tanto de pessoa para pessoa quanto de viagem para viagem.

As sugestões mais frequentes para amenizar o problema, como não cochilar, fazer caminhadas durante o dia e evitar cafeína, quase nunca funcionam. Assim, muitos turistas procuram drogarias para comprar remédios que minimizem os incômodos causados pelo Jet lag.

Infelizmente ainda não existe um único remédio capaz de acabar com o problema, mas há coquetéis que podem ajudar e que só devem ser tomados sob prescrição médica.

Viajar para fusos horários diferentes pode nos afetar de várias formas.

Viajar para um destino com fuso horário diferente pode nos afetar de várias formas.

Eu, particularmente, procuro a todo custo respeitar o horário e hábitos locais, por exemplo:

Quando fui à Índia, passei quase dois dias viajando. Cheguei por volta de 14h, pelo horário local de Nova Deli, e estava caindo de sono, mas tomei um banho e nem olhei para a cama, coloquei uma roupa e já sai. Pois se eu fosse dormir, eu iria demorar a me acostumar com o fuso horário. Apenas falando parece até ser fácil, mas já sofri muito com Jet Lag.

Meu conselho, então, é não usar medicamentos e forçar respeitar os horários de onde você estiver. Uma boa dica também, se possível, é já tentar ir se acostumando ao horário do destino antes mesmo da viagem, estabelecendo regras e horários, mesmo que aos poucos, como também ir cochilando durante o voo, já altere o horário no relógio e vá tentando respeitá-lo…

Apresentação-apoios-coluna-victor-OEstilo

(Fotos: Reprodução)