A história da moda – Década de 1960

A história da moda – Década de 1960

Olá leitores! Como vimos, a década de 1950 foi cheia combinações impecáveis e cabelos e maquiagens perfeitos! Mas depois disso, muitas tradições da moda foram quebradas por rebeldia, refletindo assim algumas mudanças sociais e também políticas que aconteceram em 1960, como a luta contra a ditadura militar no Brasil, por exemplo.

A moda passou a ser mais ligada ao comportamento do que a padrões estabelecidos anteriormente e acabou sendo determinada pelo gosto da juventude. Os brechós começaram a ser muito mais frequentados e a democracia perdominou.

historia-da-moda-decada-de-1960-OESTILO2

Nesse momento, as garotas pararam de se vestir como suas mães e entraram nessa revolução de estilo. Não havia regras para os comprimentos das saias, elas eram incrivelmente curtas! Usavam-se cores alegres e vibrantes e peças de vinil. Mas mulheres também gostavam de botas altas como uma forma elegante de encobrir suas pernas.

Quando mencionamos essa década, logo nos lembramos de algumas figuras que marcaram no mundo da moda. Twiggy foi um desses rostos! A atriz, modelo e cantora britânica de apenas dezesseis anos chamou atenção por seu visual andrógino e tomou conta de todas as capas de revistas! Ela fez sucesso tanto por trazer uma imagem nova e fresca como também por fazer algumas mulheres se sentirem insultadas por essa atitude andrógina.

historia-da-moda-decada-de-1960-OESTILO3

Na Inglaterra, os Beatles. Já no Brasil, quem ditava moda era a Jovem Guarda com Wanderléa, Roberto Carlos, Ronnie Von, Jerry Adriani, Vanusa, Sylvinha, Antônio Marcos, Erasmo Carlos, entre outros. Podemos dizer que a Jovem Guarda sintonizou o Brasil com o movimento do rock que acontecia fora do país. E a juventude copiava a forma que eles se vestiam. Para as mulheres as pernas de fora e para os homens as camisas de gola alta eram uma tendência importante.

historia-da-moda-decada-de-1960-OESTILO4

Mas a década termina com o surgimento do termo unissex. Como as mulheres estavam se tornando mais tradicionalmente masculinas (vestindo calças) e os homens estavam se tornando mais tradicionalmente femininos (usando hidratantes), o termo foi inventado para estilos de moda que homens e mulheres podiam desfrutar igualmente.

 

(Fotos: Reprodução / The People History / NY Daily News / Who What Wear / musicabrasilis.org)