Minas Trend Preview aposta em desfiles!

Minas Trend Preview aposta em desfiles!

O Minas Trend Preview é conhecido como o maior evento business de moda do Brasil. Há 17 edições o salão de negócios antecipa as melhores tendências que estarão nas lojas das maiores multimarcas do país. Nessa edição os organizadores investiram em dois dias de desfiles, de marcas como Faven, Lino Villaventura e Mabel Magalhães. Há algumas edições os desfiles vinham, timidamente, ganhando espaço, e nessa edição foi sucesso total, fortalecendo as vendas, apresentando as peças disponíveis das marcas nos showrooms do evento e mostrando todo o conceito criativo das labels. Confira os destaques de cada desfile!

06/10  Terça-feira

Lucas Magalhães

O estilista trouxe para a passarela uma mulher madura, com silhuetas em linhas retas, saias midi, vestidos, saias rodadas e estampas exclusivas nostálgicas. O insight para a criação das padronagens surgiu em uma viagem à Nova Iorque, onde Lucas visitou a exposição no Whitney Museum, dos artistas gráficos Frank Kline, Frank Stella e Agnes Martin, as obras lhe fizeram revisitar a coleção do seu primeiro desfile, no inverno de 2011. A partir disso o estilistas reinterpretou imagens de op art que havia usado, resultando numa coleção moderna e com pegada urbana.

lucas-magalhaes-minas-trend lucas-magalhaes-minas-trend-2

Faven

Com inspiração no auge da escola Bauhaus, a Faven trouxe as cores, texturas e estampas dos tricots, com a elegância e sobriedade da arquitetura e design dos anos 30, fazendo este o ponto de partida para o seu inverno. Sonia e Natalia Pessoa mergulharam no universo de artistas como Josef Albers e Mies Van Der Rohe para criarem peças com trabalho de cores e composições intensas, geometria e sofisticação. Com shapes mais secos e uma bossa na assimetria, alfaiataria e elementos do militarismo. O resgate de técnicas permitiu o desenvolvimento de novos jacquards, destaque da coleção, que aparecem em peças- chave como bermudas e coletes. A mistura surpreendente de cores, característica da marca, aparece em blocos, em  composições como bordô, verde militar & mostarda, azul marinho, bordô & mostarda, vermelho, azul & preto e azul, laranja  & preto. Uma bela coleção.

faven-minas-trend

faven-minas-trend-2

Fabiana Milazzo

A brand mineira veio com uma temática forte, e que está super em alta, o “jogo de opostos”. Looks super femininos, assinatura das criações de Fabiana, se unem ao universo masculino com peças inéditas de alfaiataria, além de outros elementos que se complementam e formam uma coleção delicada e, ao mesmo tempo, forte. Os bordados, carro-chefe da moda mineira, se misturaram a tecidos tecnológicos, e a grande novidade é o jeans. Em parceria com a Canatiba, a marca trouxe vestidos e moletons com malha moletom Denim e o Avanguard Duo Core Denim – tecido de alta tecnologia, desenvolvido pela Canatiba e com característica “anti-celulite”. Materiais nobres como tule de seda e zibeline italianos complementam o Inverno 2016. As cores vão dos tons de rosê que escurecem até chegar ao vinho, assim como o azul que chega gradualmente ao ônix, além do prata. Saias godês, midi e longas, vestidos ajustados ao corpo, do curto ao longo, e que trazem detalhes como gola alta, assimetria e um ombro só. Seguindo a proposta da coleção, a marca investe nas peças de alfaiataria como blazers e calças flare cropped.

fabiana-milazzo-minas-trend-angel-verdades-secretasfabiana-milazzo-minas-trend-angel-verdades-secretas-2

Mas o destaque do desfile ficou por conta da presença de Camila Queiroz, a Angel de Verdades Secretas. Sempre simpática e prestativa, a atriz brilhou dentro e fora das passarelas, e se moutrou incansável em retribuir o carinho dos fãs, fez selfie com todo mundo, conversou e deu várias entrevistas.

Anne Est Folle

A coleção surgiu da ampla pesquisa de formas e linhas arquitetônicas e de objetos do cotidiano que vão de Le Corbusier a casas modernistas do sul da Califórnia. Espontaneamente, as irmãs Renata e Ludmila Manso, criadoras da marca, foram realizando testes de prints desses locais aplicando-os diretamente a um corpo. Ao decorrer do processo de criação havia tanta informação gráfica e estas foram coordenando a linguagem visual da coleção. Grafismos, formas geométricas e linhas orgânicas compostas por uma cartela colorida de cores vibrantes como azuis, turquesas e pinks contrastados por fundos escuros complementam o visual urbano chique que foi apresentado nesta temporada. Cortes retos característicos da marca, ganham sobreposições e assimetrias através de faixas, babados e plissados.  Um mix de peças de saiasmini, midi em linha A, saias longas e amplas, pantalonas, tricots maxi e descontraídos, vestidos leves esvoaçantes, golonas e luvas feitas à mão, bordados românticos e delicados, em ousadas composições. Ainda, maxi colares e botas, também gráficas, surgem como parte do corpo em uma perfeita sintonia da coleção. Nos tecidos, fibras nobres como pongé, cetim, crepe pesado, organza de seda, drap de lã, fios robustos de seda pura tricotados à mão e jacquard.

anne-est-folle-minas-trend anne-est-folle-minas-trend-2

07/10 Quarta-feira

Lino Villaventura

O Paraense erradicado no nosso Ceará pisou pela primeira vez na passarela do Minas Trend e, antes mesmo das luzes se apagarem e a música começar a tocar, já se fazia todo um burburinho sobre o que o estilista apresentaria no maior salão de negócios de moda festa do país. E lógico que ele não decepcionou. Com criações cheias de “DNA Villaventura”, Lino trouxe camisarias sobrepostas a leggins – proposta que particularmente muito me agrada – dento de um imaginário só dele. Sem seguir tendências, apensa despertando o desejo, e trazendo do seu interior todas as experiências, todas as referências, todos os devaneios. Shapes esguios, góticos e com o mood sessentinha invadiram a passarela junto com Heroes, David Bowie, numa explosão de preto e branco e processos manuais de fazer nossos olhos se esticarem em direção às modelos. Cambraia, seda, transparências, rendas. Tudo junto e em harmonia, como ele sempre sabe fazer.

lino-villaventura-minas-trend lino-villaventura-minas-trend-2

Plural

A moda está deixando bem claro que cada vez mais estamos na era da androginia, do sem gênero, de todos os sexos. Marcas e estilistas apostam na simbiose entre o masculino e o feminino, extinguindo a linha tênue que delimita a definição dos gêneros. A Plural trouxe silhuetas verticais, esguias, roupas com recortes comedidos, coletes, casacos, camisas. As estampas estilizadas em nanquim eram perfis e silhuetas de rostos e corpos que emergiram através das ilustrações do artista Frederico Valim, que desenvolveu desenhos exclusivos para a marca, onde formas aquareladas e linhas em P&B são destaque. Coletes de comprimentos diversos, pantacourts e casacos 7/8, mostram-se repaginados pelos tecidos que aquecem a estação, como o moletom, o lurex, o matelasse, o jacquard, a viscose maquinetada e o tricot. Apostando também em muitas transparências e tecidos como neoprene de viscose, linho, e o nylon. A cartela de cores viaja entre as opções de off white, bege escuro, chumbo, marinho, marsala e bordô.

plural-minas-trend plural-minas-trend-2

Llas

A coleção teve o nome de “Despertar” e veio como uma forma de abrir os olhos para o consumismo exagerado que presenciamos nos últimos anos. A marca tem como cabeça as irmã Laura e Lorena Andrade, que colocaram na passarela suas observações de mundo e deixando um pouco de lado o trabalho manual de pedraria e bordados, e apostando no conforto acima das tendências. Saias amplas, esvoaçantes, patchwork, preto, branco, alguns toque de cores. A proposta é atingir mulheres de todas as idades e de todos os estilos, que apenas queiram se vestir bem com peças que podem ser coordenadas com tudo que já existe no guarda-roupa.

llas-minas--2 llas-minas-trend

Mabel Magalhães

Mais uma marca apostou no contraste da androginia trazida pelo vestuário masculino na moda feminina, trazendo como perfil uma mulher contemporânea, forte e decidida, despindo-a do clichê romântico. A alfaiataria ganha destaque ao compor esta personalidade, e para imprimir feminilidade a essa atmosfera, insinua-se o corpo feminino através de tecidos transparentes fluídos e fendas audaciosas. A elegância prevalece, mas a aura de sedução envolve a todos em uma beleza intrigante. Os shapes são diversos, passando por cortes sóbrios, pela camisaria icônica e peças com ricos trabalhos de superfície como bordados de pedraria e plumas. Os tecidos são variados, incluindo rendas e tules bordados italianos, georgette de seda e o cetim duchese.  Os laços emblemáticos e transparências aderentes em tule com aplicações diferenciadas compõem os looks. A paleta de cores conta com a dobradinha preto e branco e o pink, alinhada com as ousadas experimentações dos movimentos da Pop Art, trazendo o espírito de contemporaneidade e reconhecimento dos clássicos em sua releitura.

mabel-magalhaes-minas-trend mabel-magalhaes-minas-trend-2

Fotos: Agência Fotosite