Peter Pan, Chanel, Papai Noel e o Natal

Peter Pan, Chanel, Papai Noel e o Natal

So, This is Christmas… and what have we done?
Não, a música não é de Simone, nossa querida cantora baiana. É Lennon/Yoko Ono.

Janeiro voou, fevereiro atropelou, março, abril, … e agora estamos às vésperas da comemoração do renascimento da Esperança.

Parem as máquinas!!! O que Peter Pan, Gabrielle “Coco” Chanel, Papai Noel e o Natal têm em comum??? Explico.

A escadaria.

A escadaria.

Para muitos (let’s face it, para a maioria de nós, pobres mortais), a escadaria aí conduz ao Paraíso na Terra.

É no final dessa escadaria, situada em Paris, mais precisamente na 31 Rue Cambon, que tudo de bom acontece. Os megahiper-super-milionários(as), enquanto sorvem delicados goles de champagne e degustam finos hors-d’oeuvres, assistem exclusivíssimos desfiles de modelos vestidas, dos pés à cabeça, com as novas coleções Chanel.

Nota: se você não for mega-hiper-superminlionário(a), não poderá sequer tirar foto dessa escadaria. O máximo que você verá será essa discreta fachada:

Rue Cambon.

Fachada na Rue Cambon.

É, essa moça soube viver… E aprender… E ganhou muito, mas muito dinheiro no processo.

Grabrielle Chanel.

Grabrielle ‘Coco’ Chanel.

Até hoje há quem diga que ela foi “colabo”, termo pejorativo e altamente ofensivo que os franceses aplicam uns aos outros, ou melhor, aos franceses ou francesas suspeitos ou comprovados colaboradores do Nazismo e do Governo de Vichy.

Felizmente, eu nem era nascida à época do Conflito 1939-1945, mas, para alegria dos livreiros de todo o mundo, sou curiosa.

Mas voltemos à vaca fria, ou melhor, ao panettone.

Reflitam: Peter Pan vivia numa ilha chamada Terra do Nunca e queria ser eternamente criança.

Quem não quer?

O Natal é a festa das crianças por excelência, concordam? Bem, recordo-me de ficar ansiosa e aflita, olhando para os lados do Comércio, para ver se meus pais chegavam com embrulhos…

E tinha a festa, também. E tem a Festa, também.

Dia desses, fui ao bazar promovido por minha grande Amiga (e ela é grande, mesmo, tanto na altura, quanto no Coração e no Acolhimento que sabe doar a quem precisa…). Dentre outras (poucas) coisas que adquiri, está essa linda bolsa:

Bolsa Chanel.

Bolsa Chanel.

Louca furiosa, não foi essa, não. Foi uma ainda mais bonita:

Bolsa da Associação Peter Pan.

Bolsa da Associação Peter Pan.

É, ou não é linda?

O logotipo, lembra alguma coisa? É, lembra a fantástica Terra do Nunca, que aqui em Fortaleza adotou o nome de Associação Peter Pan.

Já ouviram falar?

Quase todos os meses, doo uma humílima contribuição na forma vil do vil metal.

Mas posso, podemos, doar muito mais: nosso tempo. E nos presentear, também, adquirindo produtos belíssimos, a módicos preços, para ajudar as crianças assistidas por esse lindo trabalho a alcançar a Terra do Nunca: um tratamento, um remédio, uma cirurgia… E um Hospital.

Neste Natal (e noutros que virão), faça uma boa ação para si:

Doe um futuro para as crianças da Associação Peter Pan.

Doe um futuro para as crianças da Associação Peter Pan.

Doe um Futuro.

Endereço: Rua Alberto Montezuma, 350 – Vila União, Fortaleza – CE, 60410-770.

O Menino agradece.

(Fotos: Reprodução/Lucila Moreira)