São Paulo Fashion Week N43 – Dia V – Parte 3

São Paulo Fashion Week N43 – Dia V – Parte 3

Amapô

sao-paulo-fashion-week-n43-dia-v-parte-3-OESTILO2

A marca Amapô resgatou o universo circense em sua coleção para a 43º edição do São Paulo Fashion Week. Conhecida por trazer para a passarela temáticas inesperadas e geniais, a marca fez uma analogia entre o “circo” e a “vida do povo brasileiro, sempre na corda bamba, matando um leão por dia”. Destaque para a atmosfera da sonoridade que a marca trouxe para os telespectadores, com músicas que remetem a inocência e graça dos circos. Todos os looks desfilados tinham referências de personagens circenses, desde calças com modelagens amplas e tridimensionais, que lembram a de palhaços, até modelos com recortes, remetendo ao figurino dos malabaristas. O denim foi explorado de várias formas e lavagens, dando um aspecto cool e fun à coleção. Foi um espetáculo de diversão, ideias, humor, ironia e beleza assinado pelos estilistas Carô Gold e Pitty Taliani.

LAB

sao-paulo-fashion-week-n43-dia-v-parte-3-OESTILO3

No quinto dia de SPFW, a LAB nos brindou com uma coleção belíssima inspirada na herança do samba, repleta de significados culturais e de ideais sobre a luta de minorias na nossa sociedade. A LAB fechou a 43º edição do SPFW mostrando para todos que moda é um fenômeno social e transformador. A marca contou uma história, com começo, meio e fim, por meio de looks que exaltavam poesias bordadas.

A coleção narrou a história de uma mulher, Jacira Roque, artista e moradora da periferia de São Paulo que criou seus filhos dando o melhor de si mesma, como suas poesias em forma de bordados. O artesanato de Jacira é um dos conceitos que compuseram a coleção, como revelou João Pimenta, diretor criativo da marca.

A marca criou um personagem para a história, que corresponde a um garoto skatista que usa roupas LAB e ouve rap.Ele herda um guarda-roupa de seu avô, um sambista dos anos 30,e se vê na posição de mesclar roupas street com roupas vintages.

Ao longo do desfile, os cenários dessa história vão mudando de cores sóbrias, representando luto, para alguns pontos de cor, como em uma sequência. Depois disso, surgem os looks constituídos por peças com bordados.

Os bordados invadem a coleção valorizando a tendência do handmade da moda que tem propósito, presente, passado e futuro. Uma verdadeira revolução da moda.

(Fonte: FFW)

(Fotos: AgênciaFotosite/Divulgação)

Parceira do Portal OESTILO.

Parceira do Portal OESTILO.

Autora:

Ingred Serra (ingredserrasilva@gmail.com) – Aluna de Design de Moda na DeVry FANOR

Ingred Serra (ingredserrasilva@gmail.com) – Aluna de Design de Moda na DeVry FANOR

 

  • Felipe Araujo

    Mininu mas essa ingred serra arraza viu!